...

...

sábado, 30 de maio de 2009

Névoa*****


Quando vem aquele amargo na boca
Quando sinto aquele aperto no peito
Aquela dor lancinante que me atravessa a alma.....
É o momento em que sinto o coração acelerar suas batidas...

Quando sinto que o sol não me alegra mais,
que a lua , nobre lua , já não me encanta mais...
Quando sinto que meus olhos choram sem eu controlar o pranto
Quando sinto que perdi o controle dos meus sentidos...

É a hora de tentar tudo novamente....
Quando sinto que nada mais tem valor...
Quando sinto que minha boca se cala,
e nem um rastro de sorriso mais se estampará em minha face...

É o momento da mudança
É o momento de fazer uma aposta
É o momento de aceitar um novo desafio...
Momento de mudar...

Quando o doce chocolate perder o gosto em minha boca
Quando eu não tiver mais lágrimas a rolar em meu rosto
Quando num soluço mudo, meu corpo adormecer...
Entrarei na mais profunda escuridão...

No mais gélido inverno ,
E no mais árido deserto....
Quando ao entardecer não ouvir mais o canto de um sabiá
Quando não sentir mais a brisa morna tocar meus cabelos...

Será este o momento da partida...
Será a despedida deste plano terreno , material e injusto
Quando nada mais ter valor,
Quando a chuva não mais me fizer sonhar ao ouvi-la

e quando eu sentir que o medo já se foi,
e que nada mais se pode perder...
Saberei que minha alma provou tudo isso um dia...
Quando o meu querer não ter mais nenhum sentido

Saberei que tudo não passou de uma metáfora...
Quando o amor não mais existir em mim , estarei no infinito
Estarei no aconchego e na certeza do "pra sempre"...............................................................


(nanny)



Um comentário:

Branca disse...

Que lindo Nanny!! Amei sue poema e seu estilo. Estarei sempre por aki.

Passa no meu blog pra uma visita.

bjs